POSTAGEM DO BLOGGER

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Captação de Recursos–Náutica–Museus

Optimaster-01_thumb1

Rede  Virtual do Conhecimento Náutico 
Convido a você a cadastrar-se na nossa Rede, receba no ano de 2016
informações e trabalhos que serão realizados diretamente para você.


Aproveite e convide seu amigo, Cadastre-se agora! Clique na figura acima!
Nos ajude a fazer o cadastro Brasileiro da Náutica,
em nossa Rede Virtual Conhecimento Náutico.


         Uma atitude depende apenas de você tomar uma decisão e fazer. Naturalmente que as novidades afetam a tomada de decisão, entretanto novas atitudes tem que ser realizadas para que as mudanças venha a acontecer. Você faz parte deste processo e pode contribuir para a melhoria da cultura náutica e mentalidade marítima.  Transforme esta ideia em realidade, contribua divulgando o nosso projeto social.

 
OITO PASSOS PARA UMA CAPTAÇÃO
EFICIENTE DE RECURSOS.
 
        Os museus de ciência depende da sua missão para explicar o que a organização é, o que faz, o que deseja fazer ou ser. A missão declarada é normalmente escolhida pelo corpo diretor da organização que é geralmente composto por seus diretores e pelos membros mais qualificados da sua equipe. A missão declarada pode ser extremamente valiosa para a organização. Ela molda, forma e dirige o propósito de sua existência.  Entretanto, mesmo a missão mais poderosa e maravilhosa assim como as metas derivadas somente serão realizadas se houverem recursos financeiros disponíveis para que a organização desempenhe a missão proposta.

 
         Como a maioria dos museus norte americanos são organizações sem fins lucrativos, a questão dos recursos financeiros torna-se muito importante. As organizações não lucrativas também se beneficiam com a orientação que o mercado dá às corporações. Existem quatro questões básicas que os museus de ciência precisam responder:

  1. Os objetivos da organização são consistentes com seus recursos financeiros?
  2. A igualdade entre gerações é praticada pela organização?
  3. Há um casamento apropriado entre fontes e gastos?
  4. A organização é sustentável?
A quarta questão é a mais crucial para a viabilidade a longo prazo do museu. Estas questões podem prover um enfoque para uma análise crítica de um centro de ciência.
Os centros de ciência devem estabelecer uma fórmula que funcione para eles dentro da sua comunidade. Qual a percentagem de seus recursos realmente provém dos serviços prestados ao público? Isto pode variar de índices baixos como 20 a 30% até altos como acima de 80%. Existem ainda 2 outras fontes financeiras importantes: contribuições governamentais e filantropia privada. No caso dos recursos governamentais as quantias também variam caso a caso. No entanto, a maioria dos museus de ciência contam com a filantropia, não apenas como fonte de capital para projetos mas para o seu próprio sustento.

A filantropia é baseada na ação voluntária visando o bem comum. Ë uma tradição de dar e compartilhar que é fundamental para a qualidade de vida. Para assegurar que a filantropia mereça o respeito e a confiança do público em geral, os doadores têm direitos que devem ser respeitados.

Alguns desses direitos são:

  1. A necessidade de serem informados da missão da organização, e
  2. Conhecerem o corpo diretor da organização.
  3. Eles precisam ter acesso aos balanços financeiros mais recentes da organização.
  4. Eles precisam ser assegurados que suas doações serão usadas para o propósito para o qual foram dadas.
  5. Eles precisam receber o reconhecimento e visibilidade apropriados.
  6. Eles precisam ser assegurados que as informações sobre o doador são tratadas com respeito e confidencialidade.
  7. Eles precisam se sentir a vontade para fazer perguntas, quando estiverem fazendo uma doação, e receber respostas verdadeiras, diretas e imediatas.
 
      Os esforços de captação de recursos podem ser classificados como filantropia ou podem ainda, com freqüência, ser classificados como renda. Os esforços de captação de recursos desempenham um papel importante no sucesso de um museu de ciência sem fins lucrativos. A captação de recursos deve ter um propósito e uma necessidade identificáveis. Pergunte a si mesmo. Por que levantar dinheiro? É para um novo projeto ou para a continuidade de um programa? É para uma dotação? É para oferecer algo ao público, como uma nova ala para o museu ou é para uma nova exposição?

      Na escolha de um projeto de captação de recursos é importante examinar os esforços de captação realizados anteriormente tanto dentro como fora do museu. Assegure-se de que o esforço de captação é viável para o mercado. O que dá a uma idéia mérito e justifica o compromisso do doador? Se o plano não for pensado exaustivamente será difícil alcançar as metas financeiras determinadas para o esforço de captação de recursos.

      Para que obtenha o máximo de apoio, um objetivo de captação de recursos deve estar relacionado com a missão da organização. Quando estiver formando o conceito da captação de recursos tenha em mente que diferentes objetivos requererão diferentes estratégias. Avalie cuidadosamente quanto dinheiro você precisa captar para atingir seu objetivo. Determine todos os custos não somente para a realização do objetivo, mas também os custos envolvidos no próprio processo de captação. Peça o que você realmente precisa, mas por outro lado, atenha-se a realidade.

      A captação de recursos pode dar-se de muitas formas. As anuidades pagas pelos membros associados é um esforço de captação e pode constituir uma base financeira para a organização. Entretanto assegure-se de conhecer os custos embutidos nos serviços que estão sendo oferecidos aos seus membros associados. Campanhas anuais também são uma das principais atividades de captação de recursos nos museus. Estes recursos são destinados aos programas e serviços de rotina oferecidos pelo seu museu. Estas campanhas podem ajudar a construir uma base sólida para os esforços de captação do seu museu.

Outro tipos de captação de recursos envolvem campanhas de arrecadação para novos projetos, doações planejadas, trabalho de longo termo com seus

doadores visando testamentos e legados, fundos de investimento ou administração de prêmios de seguros de vida. Por último, mas não menos importante, é a oportunidade de captar recursos para um fundo de dotação. Normalmente os esforços de arrecadação de recursos são impopulares com os membros dos Conselhos das organizações sem fins lucrativos, mas são uma parte necessária da manutenção e da estabilidade financeira da maioria destas organizações.

      Para captação de grande quantidade de recursos há oito passos que podem ajudar um museu de ciência a transformar seus esforços em tentativas bem sucedidas.

  1. Identifique um especialista em captação de recursos. Se a necessidade for grande, auxílio externo pode ser de grande ajuda. Iniciar o processo de captação requer que alguém assuma a liderança. A primeira questão que a organização precisa resolver é quem vai ser o responsável; quem vai treinar os voluntários. Deve haver alguma separação das atividades rotineiras dos indivíduos e do que se espera deles em termos da captação de recursos. O especialista pode ser um voluntário ou um membro assalariado da equipe. Pode ser alguém do seu Conselho que esteja disposto a comprometer uma grande quantidade de tempo nesta atividade. A principal questão é definir e identificar a pessoa encarregada. Esta pessoa deve estar preparada para dedicar a maior parte do seu tempo a este esforço. Mesmo a pessoa mais altamente qualificada do mundo trará poucos resultados se não dispuser do tempo e compromisso necessários ao trabalho.

  2. Atualize a missão da organização e sua respectiva declaração. Aqui retornamos novamente à minha declaração de abertura. Assegure-se de que a sua missão corresponde realmente ao que sua organização se propõe. Teste a missão do seu museu bem como a sua declaração de princípios. O público a compreende? Se não, esclareça. Teste o Conselho, a equipe e os voluntários. Pergunte se eles compreendem o que é a missão declarada e a que a organização se propõe. Divulgue dentro do museu.

  3. Avalie o que o mundo exterior pensa do seu museu. Tente compreender quem compõe a sua organização. Faça uma lista de pessoas ou grupos que sejam importantes. Quem são seus constituintes? Quem vem ao seu museu? Qual é o seu mercado? Qual é a população da sua área? Uma vez que a lista esteja completa pesquise o grupo. Pergunte a eles que imagem têm do seu museu. Que outros museus ou organizações eles acham que podem possivelmente atender as mesmas necessidades? Eles consideram o museu como um bem para a comunidade? Quais programas eles adicionariam ou excluiriam? Que problemas ele vêem? Estas informações serão extremamente valiosas para o seu esforço de captação de recursos.

  4. Avalie o que a família organizacional pensa do seu museu.  Os doadores sempre querem saber os pontos fortes e fracos do museu, e todo museu tem ambos. A organização está totalmente preparada para o esforço de captação de recursos?

  5. Avalie os programas e serviços da organização. As vezes é surpreendente descobrir quantos museus não possuem uma lista atualizada de todos os seus programas e serviços.

  6. Torne a organização mais visível. As pessoas e organizações gostam de apoiar iniciativas de que já ouviram falar. O seu museu está investindo recursos para tornar-se visível? Você faz propaganda? Você fornece brochuras excepcionais? A organização pode ser rapidamente descrita de uma forma que as pessoas de fora considerem interessante?

  7. Reuna materiais descritivos.  A conversa pessoa a pessoa é de longe a melhor maneira de captar recursos. Porém, mesmo esta técnica é fortalecida quando se coloca algo nas mãos do patrocinador em perspectiva -- uma bonita brochura, cópias de artigos de jornal, um relatório anual, um vídeo, etc. Se o museu não possuir estes materiais, produza-os. Apronte-os para o seu esforço de captação de recursos.

  8. Por último, mas não em ordem de importância, comece a arrecadar fundos para a captação de recursos. Avalie quanto custará o processo de captação. Reserve a quantidade de dinheiro necessária para fazer bem o trabalho. Liste cada fonte de recursos da organização e reveja esforços anteriores. Por exemplo, o último evento especial ou esforço de captação atingiu seu objetivo? Exigiu tanto da equipe e voluntários que realmente não valeu a pena?

Lembre-se que  tentativa e erro são parte de qualquer esforço de captação de recursos mas não devem ser a estratégia de longo prazo para o sucesso.

O sucesso requer conhecimento da organização, escolher sabiamente a liderança, determinar a direção apropriada e recrutar a energia, recursos e disciplina para seguir nesta direção. Não mergulhe na captação de recursos antes de estar pronto.

Lembre-se de que se seus esforços não foram totalmente bem sucedidos é possível melhorá-los. Você pode iniciar seu processo de captação de recursos agradecendo ao mesmo tempo aos seus contribuintes.

Eduque o público para que eles saibam que o seu compromisso com os visitantes do museu e as atividades a eles oferecidas não possuem fins lucrativos. Vá além da simples mala direta. Dê aos seus voluntários papéis importantes e de poder. Faça com que os contatos de negócio sejam compensadores. Tenha em mente que captar recursos pode ser divertido. Pode ser uma parte muito compensadora da carreira de um profissional de museu e pode trazer grandes e novas realizações para o museu.
 

Mudança de Paradigma

Apreciar as pequenas conquistas deve ser um hábito para aqueles que pretendem contribuir para a cultura náutica. Cada conquista tem um sabor especial e toda a conquista por menor que seja, deve ser elogiada e compartilhada. Não há dúvida de que para alcançarmos o sucesso temos de trabalhar duro por um longo período. Este sucesso não vem da noite para o dia, ele é construído ao longo do tempo. Acredito que, entre os participantes de atividades náuticas, haja muitas pessoas de visão dispostas a compartilhar novos conceitos; no futuro iremos comemorar juntos o sucesso de nossas ideias.

Cultura Náutica e Mentalidade Marítima

O conhecimento dos livros abaixo permite que você também colabore com a melhoria de nossa cultura náutica e mentalidade marítima. Se você gostou de nosso trabalho, cadastre-se em nosso blog, divulgue, compartilhe – torne-se um membro efetivo mediante sua participação.

Lembro a você que quando se adquire conhecimento, domina-se algo novo. A decisão de adquirir conhecimento novo depende apenas de você. Quando você não compartilha a nova informação que adquiriu e que gostou, o valor dela se torna menor. Valorize seu novo conhecimento, compartilhando-o com seus amigos. As leis naturais são sábias; se você compartilhar, terá um retorno maior para o seu próprio crescimento. Experimente e cresça conosco.

Por que motivo divulgamos a venda de nossos livros? Todo o nosso trabalho procura atingir os objetivos que almejamos, e para tanto são necessários recursos financeiros, que nem sempre estão disponíveis. Temos a certeza que você sabe muito bem como funciona. Torcemos para que você compre um livro. Somos seres humanos na busca de um ideal, procurando obter resultados com a realização de nosso trabalho. Ao comprar um livro estará nos ajudando a desenvolver novos projetos. 

Compre aqui nossos Livros Publicados, nas versões impressas, e ebook.

Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

 

Compre Agora Versão Ebook

 Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

 

   Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

Compre Agora Versão Ebook

Agradeço aos nossos membros, MUITO OBRIGADO por estarem aqui participando de alguma forma, a simples atitude de você estar aqui conosco nós consideramos uma vitória pois o nosso trabalho é para você. Se você gosta da náutica, não  importa que esporte pratique, nós temos a certeza que este nosso trabalho pode contribuir. Uma atitude de parceria, é uma atitude que contribui para a cultura náutica e mentalidade marítima.

Colabore, faça uma doação.

Por vezes refletimos sobre trabalhos fantásticos realizados por pessoas que buscam um determinado objetivo e têm êxito. Na nossa cultura não temos o hábito de fazer uma doação, mas é lógico pensar que estas pessoas tem a necessidade de obter recursos para o desenvolvimento de seus projetos.

Gostamos muito de receber, e de várias pessoas recebemos trabalhos de alta relevância, nos sentimos satisfeitos quando realmente o trabalho tem intenções louváveis.

Nesta hora de reflexão, sabemos que você pode fazer a diferença. Pois a sua doação será aplicada no desenvolvimento dos processos e dos projetos, de forma a alavancar e conquistar nossos objetivos. Desde já agradecemos a sua participação, o que nos motiva a cada dia melhorar mais.

 

Aquele que divulga, comenta, compartilha o seu conhecimento, contribui
para a Cultura Náutica e Mentalidade Marítima.
Postar um comentário